Política

Amambai tem quatro nomes na disputa pela prefeitura

Candidatos vão disputar votos de 24 mil eleitores

Midiamax Publicado em 09/08/2016, às 12h36

None
amambai.jpg

Candidatos vão disputar votos de 24 mil eleitores

São quatro as candidaturas a prefeito de Amambai, distante 350 quilômetros de Campo Grande. Com 37.590 habitantes computados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2015, o município tem 24.545 pessoas aptas a votar nas eleições municipais deste ano, conforme dados da Justiça Eleitoral.

O atual prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), está prestes a encerrar o segundo mandato, motivo pelo qual não pode disputar a reeleição. Contudo, seu partido lançou chapa pura para esse pleito, com Jaime Bambil candidato ao cargo de chefe do Executivo municipal e a correligionária Vera Lorenseti na condição de vice.

Quem também entrou na briga pela Prefeitura de Amambai foi o PSDB, que lançou o médico Dr. Bandeira, atualmente ocupante do cargo de vice-prefeito. Ele caminha com Valter Brito na condição de vice, indicação do aliado DEM.

Gilmar Vicentin, do PDT, é outro nome lançado na disputa pela sucessão de Sérgio Barbosa no comando de Amambai. O pedetista tem o Pastor Sérgio, do PEN, como vice em sua chapa.

Anílson Rodrigues de Souza, o “Prego”, foi o nome oficializado pelo PT para entrar na disputa em Amambai. Luciney Bampi, do PSC, está na chapa como candidato a vice-prefeito, no projeto encabeçado pelos petistas para retomarem o governo municipal que já comandaram de 1989 a 1992.

O PTN chegou a homologar Edilso Jara Vieira para a disputa pela Prefeitura de Amambai nas eleições municipais deste ano. Com chapa pura, ele teria Edson Samaniego fechado como vice. Contudo, na segunda-feira (8), Vieira anunciou a desistência do pleito e informou que vai apoiar o projeto do PT nessa campanha, conforme noticiado pelo site A Gazeta News.

Jornal Midiamax