Política

Administrador de fazenda em Rio Negro já está na sede da PF com seu advogado

Evaldo Furrer Matos foi direto ao IMOL e encaminhado para Polícia

Midiamax Publicado em 10/05/2016, às 18h04

None
7638017.jpg

Evaldo Furrer Matos foi direto ao IMOL e encaminhado para Polícia

O administrador de fazenda, Evaldo Furrer Matos chegou no fim da manhã no IMOL (Instituto Médico de Odontologia Legal) e há pouco chegou na sede da Polícia Federal. Seu advogado Marcos Ferreira está junto com ele neste momento. Anteriormente Ferreira havia dito que ficou sabendo da prisão por familiares de Furrer.

“Familiares do meu cliente me ligaram hoje, me dizendo que no início da manhã a Polícia foi na fazenda onde a família trabalho e mora e levaram Evaldo. Até então não sei se levaram alguma documentação no local. Irei conversar com ele e saber exatamente o que ocorreu e como aconteceu”, disse o advogado.

Evaldo é um dos que foram presos na segunda fase da operação Lama Asfáltica, denominada Fazendas de Lama, deflagrada nesta manhã de terça-feira (10). A nova fase da Operação Lama Asfáltica ganhou o nome de Fazendas de Lama porque, segundo a PF e a Receita Federal, os envolvidos lavavam o dinheiro desviados das obras e contratos com o governo, comprando propriedades rurais e gado.

Apenas em Mato Grosso do Sul foram detectados 66 mil hectares em fazendas que teriam sido compradas pelo grupo, nos municípios de Rio Negro, Corumbá, Aquidauana, Anastácio, Jaraguari e Figueirão, além de propriedades em cidades no interior paulista.

Confira a lista dos nomes presos nesta fase da operação Lama Asfáltica:

Edson Giroto, André Luis Cance, João Amorim, Flavio Henrique Garcia, Ana Paula Amorim Dolzan, Ana Lúcia Amorim, Renata Amorim Agnoletto, Rachel Giroto, Wilson Roberto Mariano de Oliveira, Mariane Mariano de Oliveira, Ana Cristina Pereira da Silva, Maria Casanova, Helio Yudi Komiama, Evaldo Furrer Matos e Elza Cristina Araujo.

Jornal Midiamax