Zeca aproveita má fase do rival e usa rede social para alfinetar

Ex-governador criticou investimento na Saúde
| 26/07/2015
- 15:57
Zeca aproveita má fase do rival e usa rede social para alfinetar

Ex-governador criticou investimento na Saúde

O ex-governador usou uma rede  social para criticar o ex-governador e eterno rival dele, André Puccinellli (PMDB). Zeca publicou uma foto de Puccinelli sorrindo, mas informando que o governo dele deixou de investir R$ 374 milhões na saúde pública em 2013.

A publicação de Zeca tem como base uma denúncia do Ministério Público Federal, que ajuizou ação na Justiça para obrigar o Estado de Mato Grosso do Sul a aplicar R$ 374.477.586,31 em ações e serviços públicos de saúde até o final do ano.

Segundo o MPF, não remeteu o mínimo previsto na Constituição Federal para o Fundo Estadual de Saúde no ano de 2013. No entendimento do MPF, se considerada apenas a contabilidade oficial, nem sequer o mínimo constitucional foi atingido, em um déficit de mais de R$ 27 milhões.

“Na melhor das hipóteses, o Estado deixou de investir R$ 27.577.508,53 na saúde pública, montante já considerável. Se analisarmos que nem todo o valor declarado foi de recursos próprios, subimos para um prejuízo de R$ 227.295.499,53. Contudo, para cumprir a lei, todos os recursos do mínimo constitucional deveriam ter sido transferidos para o Fundo Estadual de Saúde – uma forma de dar transparência aos gastos públicos e de fazer com que os rendimentos do fundo sejam reaplicados na própria área da saúde. Neste contexto, o dano sobe para R$ 374.477.586,31, prejuízo visível à população sul-mato-grossense e que precisa ser imediatamente sanado”, defendeu o procurador da República do Núcleo de Combate à Corrupção (NCC), Marcos Nassar.

Atualmente os dois ex-governadores vivem situações diferentes. Zeca foi absolvido de uma acusação do Ministério Público Estadual, de desvios na chamada Farra da Publicidade. Enquanto isso, Puccinelli sofre investigação da Operação Lama Asfáltica, que suspeita de organização criminosa montada na gestão dele, em desvio já comprovado de R$ 11 milhões.

 

Zeca aproveita má fase do rival e usa rede social para alfinetar

 

Veja também

Nesta semana, TCU apontou 70 nomes de MS que podem se tornar inelegíveis nas Eleições de 2022

Últimas notícias