Política

Vereadores se irritam com gritos de líder e se recusam a votar Prodes

Líder teria gritado com vereadores da oposição

Evelin Cáceres Publicado em 28/04/2015, às 16h21

None
thais.jpg

Líder teria gritado com vereadores da oposição

Vereadores da oposição na Câmara de Campo Grande disseram ter ficado ofendidos com os gritos do vereador Edil Albuquerque durante a sessão desta terça-feira (28) e se negaram a votar os oito projetos do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande).

Segundo relato da vereadora Thais Helena (PT), a briga começou quando eles discutiam os pontos dos projetos, quando o vereador Edil a contestou e gritou. “Ele gritou para eu votar se eu quisesse e eu disse que era para ele gritar com a bancada dele”, relatou.

Por conta da discussão, o vereador Airton (PT) deixou o plenário dizendo que não votaria.

Os vereadores programaram para a sessão desta terça a votação de oito Projetos do PRODES, que incluem o Projeto de Lei Complementar n° 361/13, que acrescenta dispositivo e modifica o Art. 13 da Lei n° 2.592, de 27 de janeiro de 1989, que institui o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis por Ato Oneroso “Inter Vivos” e dá outras providências. A proposta é de autoria dos vereadores Coringa e Otávio Trad; a Lei n° 7.970/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa A3 Projetos e Consultoria Ambiental Ltda-ME., no âmbito do Prodes; o Projeto de Lei n° 7.971/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa CGFLEX Indústria e Comércio de Plásticos Ltda-ME; o Projeto de Lei n° 7.973/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Distribuidora de Alimentos Francisco Ikeda Ltda; o Projeto de Lei n° 7.974/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa High Tech Medical Indústria e Comércio Eireli-EPP; o Projeto de Lei n° 7.976/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Petpax Crematorium Ltda-ME; o Projeto de Lei n° 7.977/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Rápido Transpaulo Ltda. o Projeto de Lei n° 7.978/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Sbaraini e Sbaraini Ltda e o Projeto de Lei n° 7.983/15, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Cruzeiro do Sul Encomendas Ltda.

Jornal Midiamax