Política

Vereador se corrige: quero só prerrogativa de repórter do Midiamax

Alex do PT disse que queria acesso à informação

Evelin Cáceres Publicado em 06/08/2015, às 14h18

None
alex.jpg

Alex do PT disse que queria acesso à informação

Após declarar que quer ‘virar repórter do Midiamax’ na tribuna da Câmara de Campo Grande, o vereador Alex (PT) se corrigiu e disse querer ter a mesma prerrogativa de repórter do Jornal. A crítica do parlamentar é referente a um pedido de informação feito na Prefeitura da Capital.

Alex teria ido à Prefeitura com a solicitação da lista de funcionários comissionados da gestão de Gilmar Olarte, quando foi informado de que ele só teria acesso à documentação se o requerimento dele fosse votado e aprovado na Câmara.

“Se é assim, amanhã terei que sentar na redação do Midiamax para ver se eu consigo o que não consegui como vereador. Quem sabe no Midiamax eu consigo”, reclamou.

Isso porque durante o início da greve dos professores municipais, a Prefeitura informou que muitos educadores recebiam salários de mais de R$ 10 mil, quando a ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) rebateu a informação.

Para comprovar quem estava com a informação correta, o Jornal Midiamax solicitou por meio da Lei de Acesso à Informação a lista nominal de salários dos professores, que foi divulgada pela administração municipal.

O vencimento dos vereadores é de R$ 15 mil, com reajuste já aprovado para 2017 para R$ 18,9 mil, enquanto o piso para os jornalistas é de R$ 1,9 mil. 

Jornal Midiamax