Política

Senador comemora pacote de concessões, mas quer ferrovia até Dourados

Governo Federal prevê investimentos de mais de R$ 9 bilhões em MS

Midiamax Publicado em 09/06/2015, às 21h47

None
moka_perfilnews.jpg

Governo Federal prevê investimentos de mais de R$ 9 bilhões em MS

O senador Moka (PMDB) analisou na tarde desta terça-feira (9) que o pacote de concessões do Governo Federal que abrange Mato Grosso do Sul foi bom no âmbito das rodovias, mas que a ferrovia norte/sul poderia ter investimento para chegar até Dourados e não somente até Três Lagoas, como foi anunciado pela presidente Dilmar Rousseff (PT).  De acordo com o senador, o os representantes do estado no senado vão continuar lutando para que mais recursos sejam investidos na ferrovia.

O Governo Federal prevê investimentos de mais de R$ 9 bilhões na infraestrutura de Mato Grosso do Sul. O pacote que vai passar à iniciativa privada rodovias e ferrovias por meio de concessões em MS. As rodovias BR-262 e BR-267 devem ser duplicadas e a ferrovia norte/sul deve ser concluída no corredor que liga Anápolis (GO), Estrela D’Oeste (SP) e Três Lagoas, uma extensão total de 895 quilômetros.

“São duas coisas, a rodovia nós ficamos bem, pois já temos a duplicação da BR-163 e agora vem 267 e 262, não que eu esteja reclamando. Mas temos que lutar para que ferrovia chegue até Dourados”, afirmou.

O senador relatou ainda que esteve com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), durante esta terça-feira, e que ouviu Azambuja dizer que está satisfeito com os investimentos que devem ser feitos em Mato Grosso do Sul. Moka afirmou que está contente com a ferrovia, até pelo menos Três Lagoas, uma vez que as empresas se celulose estão instaladas no município e já anunciaram um investimento superior a R$ 15 bilhões.

“Já somos o maior produtor de celulose do mundo, mas temos que lutar para que chegue até Dourados”.

A preocupação de Moka é com o tempo para que os investimentos comecem a ser feito no Estado.  O senador pontua que apenas 45% dos investimos são do BNDS e que os outros 55% devem vir da iniciativa privada.

“Vai depender de interesses de empresários. Não posso dizer que o Estado não foi contemplado, mas poderia ser mais”, concluiu.

Governo Federal

A nova etapa do Programa de Investimento em Logística (PIL) do Governo Federal prevê investimentos de mais de R$ 198,4 bilhões na infraestrutura e todo país. O pacote que vai passar à iniciativa privada rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, por meio de concessões.

Jornal Midiamax