Política

Reinaldo pede estudo para agosto para reordenar malha ferroviária em MS

RUMO ALL e bancada federal coordenam estudos

Evelin Cáceres Publicado em 22/06/2015, às 16h07

None
img-20150622-wa0046.jpg

RUMO ALL e bancada federal coordenam estudos

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve reunido nesta segunda-feira (22) com a bancada federal e membros da RUMO ALL na Governadoria para definir o futuro da malha ferroviária em Mato Grosso do Sul. Com denúncias de sucateamento, o governo quer uma reestruturação do complexo.

“Vamos ver se faremos a recuperação da bitola estreita ou se faremos mais ramais em bitola larga. O Estado terá que fazer estudos ambientais e possíveis desapropriações de trechos, caso seja ampliada a malha”.

O resultado do estudo deverá ser entregue pela RUMO no dia 24 de agosto. Para o presidente Júlio Santana Neto, é preciso fazer o levantamento do que foi deixado pela ALL. “Assumi em abril, MS posso garantir que não há possibilidade de parar a ferrovia no Estado, como disseram. Está sucateada a malha, mas jamais cogitamos encerramento das atividades”.

Segundo o presidente, a ferrovia de Corumbá a Bauru opera normalmente, exceto pelo transporte de combustíveis, já que a malha não traria segurança para o serviço.

“Agora é que recebemos os setores que vão participar do estudo, possíveis embarcadores de carga que vão apresentar as necessidades para que a gente monte um plano que possa viabilizar ou não os investimentos em reestruturação”, finalizou. 

Jornal Midiamax