Política

Proposta fixa carga horária de psicólogos em 6 horas diárias

A matéria de autoria do deputado estadual Pedro Kemp veda ainda a redução de salário na categoria 

Midiamax Publicado em 14/04/2015, às 23h50

None
karinecortez14420151226.jpg

A matéria de autoria do deputado estadual Pedro Kemp veda ainda a redução de salário na categoria 

Deu entrada para tramitação no Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul, um projeto de lei que propõe fixar em seis horas diárias ou 30 horas semanais a carga horária de trabalho dos profissionais de psicologia no Estado. A matéria veda ainda a redução de salário na categoria. “Fui procurado pela direção do Sindicato dos Psicólogos do Estado e eles me solicitaram a apresentação desse projeto visando regulamentar a carga horária da categoria”, explicou o autor do projeto, o deputado estadual Pedro Kemp, líder do PT na Casa de Leis.

Pela proposta de legislação fica assegurada àqueles profissionais, com contrato de trabalho em vigor, a devida jornada de trabalho. O parlamentar justifica que a Organização Mundial do Trabalho defende carga horária máxima de 30 horas para profissionais da área da saúde, por conta dos riscos aos quais estão expostos diariamente. Além disso, segundo o sindicato, jornadas extensas diminuem a qualidade de vida dos trabalhadores, provocando problemas físicos e mentais.

Recente pesquisa do Conselho Federal de Psicologia mostrou que cerca de 40% dos trabalhadores da saúde já cumprem menos de 30 horas semanais. “Os psicólogos lidam diariamente com problemas que envolvem morte, agressividade e angústias, ou seja, uma carga emocional muito intensa. A redução da jornada dará mais qualidade de vida ao trabalhador, que será um profissional melhor”, salientou Kemp. 

Jornal Midiamax