Política

PMDB alija Trad e segue orientação de Puccinelli sobre comissão da AL

Bancada votou sobre indicação na CCJ, a principal da casa

Midiamax Publicado em 12/02/2015, às 15h52

None
marquinhos.jpg

Bancada votou sobre indicação na CCJ, a principal da casa

O ex-governador André Puccinelli deu mostras de que continua comandando o PMDB em Mato Grosso do Sul. Com orientação dele, a bancada peemedebista da Assembleia Legislativa indicou Maurício Picarelli para compor a principal comissão da casa.

A decisão de colocar Picarelli na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), a principal do Legislativo, foi tomada no voto, durante reunião da bancada, conforme revelaram deputados peemedebistas nesta quinta-feira (12). O outro pretendente, Marquinhos Trad, recebeu apenas o próprio voto.

Ocorre que Marquinhos já anunciou que está de saída do partido. Desde o fim das eleições de 2014, quando o irmão dele, Nelsinho, perdeu a disputa ao governo estadual – ficou em terceiro colocado – a relação entre os Trad e o PMDB está estremecida.

Marquinhos, que ficou de fora das comissões da Assembleia, disse ter ouvido de colegas de bancada que o ex-governador pediu a indicação de Picarelli à CCJ. Já o líder do partido na Assembleia, Eduardo Rocha, garante ser um acordo com o parlamentar, que abriu mão de cargo na mesa diretora.

Nesta semana, o ex-governador foi a Brasília (DF) para cumprir compromissos políticos. Depois de um período de férias, Puccinelli resolveu participar da reestruturação do PMDB no Estado – ainda que, segundo lideranças próximas, ele não tenha intenção de comandar o partido.

O primeiro Trad a formalizar a saída do PMDB, nesta semana, foi Fábio, que não conseguiu a reeleição para deputado federal. Marquinhos, que já se colocou pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, disse, em outras ocasiões, que também vai sair.

Jornal Midiamax