Política

Oficializada a criação da comissão da AL que vai fiscalizar obras do Aquário

Obra já ultrapassou orçamento inicial

Midiamax Publicado em 13/06/2015, às 13h21

None
pequena_mg_0242.jpg

Obra já ultrapassou orçamento inicial

A Assembleia Legislativa oficializou a criação da comissão de representação da Casa de Leis, que vai acompanhar a obra do Aquário do Pantanal. Cinco deputados compõem o grupo e querem informações a respeito da execução da obra,questionado pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual em Mato Grosso do Sul), bem como a manutenção dos peixes.

A obra, orçada inicialmente em R$ 84.749.754,23, já passa da casa dos R$ R$ 220 milhões, em cálculos não oficiais, e ainda não há data exata de entrega, mas previsão de término somente em 2016.

A instituição da comissão foi publicada no Diário Oficial da Assembleia e oficializa os nomes dos parlamentares Renato Câmara (PMDB), Amarildo Cruz (PT), Lídio Lopes (PEN, pelo bloco parlamentar), Márcio Fernandes (PTdoB, pelo bloco parlamentar) e Angelo Guerreiro (PSDB).

Depois de polêmica, o PMDB retirou o nome da deputada estadual Antonieta Amorim, irmã do empreiteiro João Amorim, que mantém contratos milionários com o Poder Público, da comissão e, em seu lugar, colocou Renato Câmara e o como suplente o deputado Maurício Picarelli.

Com a instalação oficial, o membro mais velho da comissão convoca a primeira reunião, na qual será definida a presidência e demais cargos do grupo.

Jornal Midiamax