Política

Novo governador chora durante o discurso de posse ao lembrar-se das lições do pai

Tucano declarou que compromisso assinado é compromisso realizado

Midiamax Publicado em 01/01/2015, às 18h11

None
img-20150101-wa0067.jpg

Tucano declarou que compromisso assinado é compromisso realizado

O governador de Mato Grosso do Sul, empossado na tarde desta quinta-feira (1º), Reinaldo Azambuja (PSDB), chorou durante o discurso de posse na Assembleia Legislativa do Estado. Azambuja se emocionou ao dizer que o momento mais difícil de sua vida foi a doença e morte do pai, quando ele ainda era acadêmico de Administração em Campo Grande.

“Impossível não olhar para trás e lembrar da longa jornada. Tenho certeza de que, se ele estivesse aqui, estaria orgulhoso”, declarou o governador.

Ao começar o discurso Azambuja disse que a primeira palavra que lhe vinha à cabeça era “emoção”. Segundo ele, emoção e honra por estar no cargo público que é o maior do Estado. “Terei a responsabilidade de governador com e para o povo do meu Estado”, afirmou.

Azambuja lembrou da família e citou as palavras do pai, Roberto, e da mãe, Zulmira, de que não há nada mais importante que um trabalho honesto. Ele afirmou que essa lição o acompanha até os dias de hoje e em todos os cargos que assumiu.

Em relação ao cargo e à responsabilidade de ser o novo governado do Estado, declarou que compromisso assinado é compromisso realizado. “É uma grande responsabilidade, tenho consciência de que a população me elegeu para a mudança de práticas e prioridades. Encaro esse desejo coletivo e vou tornar uma realidade, uma realidade viva”, concluiu. 

Jornal Midiamax