Política

Nova secretária terá desafio de diminuir déficit de 80 mil casas

Maria do Carmo Avesani deixa Ministério das Cidades para assumir pasta da Habitação no Estado. 

Ludyney Moura Publicado em 14/01/2015, às 20h46

None
20150114_162626.jpg

Maria do Carmo Avesani deixa Ministério das Cidades para assumir pasta da Habitação no Estado. 

Duas semanas após a posse oficial do primeiro escalão,  tomou posse na tarde desta quarta-feira (14) a nova secretária estadual de habitação, Maria do Carmo Avesani, que atrasou a chegada ao cargo pois estava de férias. Ela teria o desafio de diminuir o déficit habitacional do setor em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o déficit habitacional em Mato Grosso do Sul é de aproximadamente 80 mil casas. O tucano quer organizar os critérios para os beneficiários dos programas habitacionais, e pretende cruzar os dados da Agehab (Agência Estadual de Habitação) e da Emha (Agência Municipal de Habitação), para evitar irregularidades.

“Confio muito na Maria do Carmo. Ela tem uma vasta experiência em habitação, é um dos melhores quadros em conhecimento do setor. Vai poder auxiliar nas parcerias com a União, em um ano que teremos fartura de recursos”, afirmou Reinaldo.

Já a nova secretária, que deixou a direção do Departamento de Produção Habitacional do Ministério das Cidades, volta a Mato Grosso do Sul com a função de estabelecer parcerias com o Governo Federal e com os municípios para a execução de programas habitacionais no Estado.

Ela ouviu do governador para priorizar familiar recebem até três salários mínimos, e recebeu a incumbência de criar um programa habitacional para servidores do Estado.

Maria do Carmo disse que deixou o ministério das cidades, em Brasília, para usar a experiência adquirida em seu Estado. Ela quer também quer regionalizar as ações da pasta.

“Quanto mais capacitado o município, com planejamento, melhor ele atingirá os objetivos das parcerias”, finalizou Avesani. 

Jornal Midiamax