Política

Nova presidência do TCE promete rigor na fiscalização ‘doa a quem doer’

Waldir Neves vai comandar TCE pelos próximos dois anos, Jerson Domingos e Osmar Jeronymo assumem cadeira

Ludyney Moura Publicado em 11/02/2015, às 23h16

None
img_1272.jpg

Waldir Neves vai comandar TCE pelos próximos dois anos, Jerson Domingos e Osmar Jeronymo assumem cadeira

Aconteceu no fim da tarde desta quarta-feira (11), a solenidade de posse da nova diretoria do TCE (Tribunal de Contas do Estado), que terá o conselheiro Waldir Neves, ex-deputado federal tucano, como presidente,  que tomou posse prometendo rigor na fiscalização.

“Estamos em um momento singular de nossa história. A população está intolerante e é insuportável a quantidade de denúncias de corrupção, que deixa as instituições desacreditadas”, frisou Waldir, prometendo uma gestão que irá “fiscalizar, orientar e evitar que o dinheiro público seja mau gasto, doa a quem doer”.

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos, também foi empossa solenemente como conselheiro, assim como o ex-chefe da casa civil do governo Puccinelli, Osmar Jeronymo, ouvidor da Corte Fiscal.

Jerson discursou em nome dos conselheiros empossados na Corte, prometendo um desempenho “harmonioso com os demais poderes”. O ex-deputado detalhou sua experiência legislativa e se disse ‘conhecedor’ da administração pública.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) destacou as promessas de parceria para treinamento de servidores estaduais  com o Tribunal de Contas. “Com a chegada de novos conselheiros (Jerson e Osmar), procedimentos e mudanças irão ocorrer e isso é importante, precisamos ter esse entendimento, TCE não é um órgão só para punir, mas para informar treinar”, pontuou o tucano.

A solenidade de posse também marcou a chegada dos conselheiros Ronaldo Chadid, à vice-presidência da Corte, Iran Coelho das Neves, como corregedor-geral, Marisa Serrano como diretora geral Escoex (Escola Superior de Controle Externo) e José Aêdo Camilo se mantém como procurador de contas.

Participaram do evento ainda, que aconteceu no plenário da Corte Fiscal, conselheiros de Tribunais de Contas de diversos Estados do país, além de deputados estaduais e federais, secretários de Estados, prefeitos e vereadores.

Confira os currículos resumidos dos conselheiros do TCE:

 Waldir Neves – Nascido em 31/01/1963 na cidade de Miranda (MS), Waldir Neves é bacharel em Direito e História. Em 1991 elegeu-se deputado estadual com votação recorde. Já no primeiro mandato foi vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, passando a Líder do PSDB na legislatura seguinte, seu segundo mandato. Em 2006, após quatro mandatos como deputado estadual, foi eleito deputado federal com quase 80 mil votos. Tomou posse como conselheiro do TCE-MS em 15/07/2009 e ocupava desde 2013 o cargo de Ouvidor do TCE-MS.

 Ronaldo Chadid – Natural de Ponta Porã, nascido em 01/05/1961 é graduado em direito, especialista em direito civil e empresarial, cursou MBA em gestão pública, mestre em Direito do Estado, Doutor em Direito Administrativo, Especialização em Direito Administrativo, professor de Direito Administrativo, foi coordenador de vários cursos de Direito. Entre as suas atividades profissionais foi procurador e Procurador-Chefe  do Ministério Público de Contas, por três mandatos; exerceu a função de Corregedor – Geral também por três mandatos; foi Presidente da Associação Nacional do Ministério Público de Contas; advogou na cidade de Curitiba-PR, foi Delegado de Polícia Civil no Estado do Paraná; foi Promotor de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul, tendo sido aprovado em 1º lugar. No TCE-MS foi eleito e reeleito Corregedor-Geral para o biênio 2013/2014; eleito Corregedor-Geral, empossado no cargo de Conselheiro em 28/02/2012.

 Iran Coelho das Neves – Natural de Ponta Porã, nascido em 14/12/1952, é Bacharel em Ciências Econômicas e Direito, exerceu diversas atividades de natureza escritural, fiscal e contábil. Foi nomeado, através de concurso público, para exercer o cargo efetivo de Técnico de Inspeção e Controle, permanecendo na chefia da Assessoria Técnica. Foi nomeado, através de concurso, para exercer o cargo efetivo de Perito de Auditoria e Controle, permanecendo na chefia da Assessoria Técnica. Foi  diretor do DAFO – Departamento de Auditoria Financeira e Orçamentária. Nomeado através de concurso público de provas e títulos para exercer o cargo vitalício de Auditor do Corpo Especial.  Nomeado Conselheiro do Tribunal de Contas em Julho de 2009. Exerceu a Vice-Presidência no Biênio 2011/2012. No Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul foi membro da equipe de implantação das atividades Técnicas e Fiscalizadora;  chefe da Assessoria Técnica, desenvolveu e coordenou diversos cursos seminários e treinamentos.

 Marisa Serrano – Natural de Bela Vista/MS, nasceu em 21/06/1947 é formada em Letras e Pedagogia. Foi Vereadora em Campo Grande (MS); Deputada Federal por dois mandatos; Vice-Prefeita de Campo Grande (MS) e Senadora da República. Foi professora e diretora de Escolas Municipais e Universidade Estadual em Campo Grande; secretária de Educação do Estado do Mato Grosso do Sul; vice-presidente da OMEP/BR, delegada do MEC/MS; Presidente da OMEP/MS; e diretora-presidente do Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Sócio-Educacional (MS).Tomou posse no cargo de Conselheira em 27 de junho de 2011

 Osmar Jeronymo – É natural de Baraguassu Paulista (SP) onde nasceu em 30/12/1959. Formado em economia pela Universidade Estadual de Marília, foi sub-chefe da Casa Civil no Governo Wilson Martins, chefe de gabinete do então deputado André Puccinelli, secretário de Governo nas duas gestões de André Puccinelli na Prefeitura de Campo Grande e durante parte do primeiro mandato do prefeito Nelson Trad Filho. De 2007 até a presente data exerceu a função de secretário de Estado de Governo.

 Jerson Domingos – Natural de Campo Grande, nasceu em 14 de novembro de 1950. Ele começou sua vida pública em 1994, sendo eleito deputado estadual. Vitorioso em outras três eleições, ocupou cargos na Mesa Diretora da Assembleia, como 2º secretário e 1º secretário. Foi eleito presidente da Casa pela primeira vez em 2007. Em dezembro de 2012 foi eleito para chefiar o Legislativo pela quarta vez consecutiva. Nesse período, comandou interinamente o Governo do Estado por duas vezes.

Jornal Midiamax