Política

Mochi propõe Assembleias dos Estados do sul do país definem pautas comuns

ALMS também espera apoio para convalidação dos incentivos fiscais e o fim da unanimidade do Confaz

Ludyney Moura Publicado em 15/04/2015, às 21h39

None
foto_01.jpg

ALMS também espera apoio para convalidação dos incentivos fiscais e o fim da unanimidade do Confaz

O presidente da Assembleia Legislativa, deputador Júnior Mochi (PMDB), que acompanhou a cerimônia de transmissão da presidência do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul ) nesta quarta-feira (15) propôs pautas comuns aos legislativos estaduais de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“Decidimos que as Assembleias devem também propor pautas comuns. Do apoio as ações e outras de interesse comuns, como a reforma política. Os Legislativos estaduais têm que se colocar também como protagonistas, pois representam a população” afirmou o peemdebista.

Para Mochi, que esteve acompanhado dos deputados estaduais Rinaldo Modesto (PSDB) e Mara Caseiro (PTdoB), a integração destes Estado impulsiona o desenvolvimento regional e garante a defesa de interesses comuns.

“A Assembleia apoia este momento que gera integração, buscando resolver problemas em comuns e ainda propor ações que possam possibilitar o desenvolvimento dos nossos Estados. Isso é extremamente positivo. São pautas comuns que você reforça a reivindicação juntando força política”, destacou.

Mochi, que está semana recebeu a visita do presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, Guilherme Maluf (PSDB), revelou ainda que atualmente mantem um diálogo com as demais Assembleias do país, para resolver questões em comum como a convalidação dos incentivos fiscais e o fim da unanimidade do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária).

 “É inadmissível um país onde você tenha uma concentração excessiva de recursos na mão da União e uma sobrecarga de obrigações nas costas dos Estados e Municípios. Então é preciso que se tenham mudanças no aspecto da distribuição dos recursos arrecadados. Esta é a pauta mais importante”, finalizou Júnior Mochi. 

Jornal Midiamax