Política

Lei de Diretrizes Orçamentárias será votada em regime de urgência na Assembleia

 estimativa é de que a arrecadação gire em torno de R$ 13,9 bilhões

Midiamax Publicado em 03/07/2015, às 18h31

None
alms.jpg

 estimativa é de que a arrecadação gire em torno de R$ 13,9 bilhões

O projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do governo estadual, encaminhado à Assembleia Legislativa, será votado em regime de urgência, afirma o presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), primeira comissão que analisa a peça, deputado estadual, Barbosinha.

A estimativa é de que a arrecadação gire em torno de R$ 13,9 bilhões, recurso 4.5% maior do que o projetado em 2015. Na terça-feira (7), cópias do projeto será distribuídos para todos os parlamentares e encaminhado à CCJ.

Depois da análise e primeira votação, será analisada pela Comissão de Orçamento e Finanças da Casa de Leis.

Segundo Barbosinha, a peça tramitará em regime de urgência, uma vez que a Assembleia Legislativa entra em recesso a partir de 17 de junho e a intenção é destinar as últimas três sessões exclusivamente para análise e aprovação da LDO. Sem isso, os deputados não podem entrar de recesso.

 A LDO serve para nortear o Executivo quanto às prioridades e metas da administração, incluindo de capital para o exercício financeiro.

Jornal Midiamax