Política

“Homem forte” de Bernal, Pedra já disse na Câmara que prefeito merecia “pito”

Ex-crítico, agora é secretário em nova gestão 

Heloísa Lazarini Publicado em 07/10/2015, às 21h57

None
paulo_pedra.jpg

Ex-crítico, agora é secretário em nova gestão 

“Na política tudo muda o tempo todo”, essa talvez seja uma das frases mais ditas entre políticos de todo Brasil e retrata realidade frequente. Em Campo Grande, não é diferente. O atual secretário municipal de governo e relações institucionais, vereador licenciado, Paulo Pedra, considerado hoje homem forte do governo, já foi um dos principais opositores de Bernal na Cãmara. certa vez, Pedra disse que Bernal merecia levar “pito e ser enquadrado”.

No dia 27 de fevereiro de 2013, em discurso na tribuna da Câmara que foi registrado em vídeo, Pedra deu ultimato a Alcides. “Se for necessário convocar prefeito, nós vamos fazer. Prefeito não é maior que poder Legislativo. Ou ele respeita o Legislativo ou nós vamos enquadrá-lo. Convocamos ele aqui e passamos um pito nele”.

Pedra, durante meses, foi um dos vereadores mais críticos a Bernal, porém, no final de 2013, depois de pequena reforma no secretariado que garantiu ao PDT controle da Emha (Agência Municipal de Habitação), o vereador passou a integrar base aliada e se tornou braço direito do pepista, se mantendo fiel a Bernal mesmo durante período em que ele esteve afastado. 

Porém, no discurso, o então vereador cobrou humildade de Bernal e respeito ao Legislativo, disse que prefeito deveria ir de joelhos até à Câmara e criticou incompetência do chefe do Executivo em manter relação de diálogo. Na ocasião, Pedra disse ao então líder do prefeito na Cãmara, vereador Alex do PT, que reconhecia dificuldade enfrentada pelo vereador. “Ser líder de um prefeito que tem postura como de Bernal é muito mais difícil”.

Até fechamento desta matéria, a equipe de reportagem não conseguiu falar com secretário que não atendeu ligações.  

Jornal Midiamax