Política

Governo quer empréstimo de US$ 930 milhões para quitar parte de dívida com a União

Azambuja acredita que proposta servirá de exemplo

Jessica Benitez Publicado em 23/11/2015, às 18h03

None
azambuja.jpg

Azambuja acredita que proposta servirá de exemplo

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), alegou na manhã desta segunda-feira (23), durante agenda pública, que está tudo praticamente encaminhado para fazer empréstimo de US$ 930 milhões de dólares para quitar metade da dívida com a União, hoje mensurada em R$ 7 bilhões.

A expectativa é de que até julho de 2016 o montante seja liberado. Nesta terça-feira (24) o tucano leva proposta ao secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Barbosa Saintive, em Brasília (DF).

“Tem questões que são estruturantes e por conta do baixo crescimento da receita é preciso fazer um refinanciamento da divida, é de importância pro estado. O projeto já esta com o ministério do planejamento, vai aliviar o estado, juro que hoje é de 21% pode ser de 4,5% ao ano. Isso é uma diferença”, disse.

O chede do Executivo alegou que o projeto foi bem aceito porque atrelado a um programa de desenvolvimento e, inclusive, deve servir de exemplo para outros Estados. Outra reunião deve ser agendada para estudar hipótese de entrar em contato com o Banco Mundial.

Jornal Midiamax