Política

Governo publica licitação de R$ 35 milhões para ações de publicidade

Aviso de licitação prevê contratação de até 12 agências

Ludyney Moura Publicado em 01/04/2015, às 19h24

None
reinaldo-autoriza-restauracao-asfaltica-e-ampliacao-de-agencia-do-detran-3.jpg

Aviso de licitação prevê contratação de até 12 agências

Fechando o terceiro mês à frente do Executivo Estadual, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) autorizou a abertura de licitação para contratação de até 12 agências de publicidade e propaganda que serão responsáveis pela divulgação positiva das ações da gestão tucana. O custo, por um período de seis meses chama a atenção, são R$ 35 milhões.

A ementa de ações das empresas é extensa, e elas terão até o dia 15 de maio para preparem suas propostas antes de apresentarem suas idéias para o governo de Reinaldo Azambuja. São pelo menos R$ 5,8 milhões mensais a serem divididos pelas agências vencedoras.

O montante mensal é o mesmo que levou o ex-governador André Puccinelli (PMDB) a ser denunciado ao MPE (Ministério Público Estadual) por gastos excessivos com publicidade. Reinaldo pretende gastar pelo menos R$ 194 mil por dia com publicidade.

“De março de 2013 até dezembro de 2014, período de um ano e dez meses, o governo de André Puccinelli gastou R$ 130.541.282.24 com propaganda, média mensal de R$ 5.933.694.64 ou, se preferirem, R$ 197,7 mil por dia”, disse o deputado federal Zeca do PT na denúncia protocolada no Ministério Público.

Na publicação feita nesta terça-feira (31) no Diário Oficial do Estado, o governo não específica os valores que pretende gastar. A informação está apenas no edital da licitação, que também aponta que as ‘agências não poderão subcontratar outra agência de propaganda para a execução de serviços’.

Outro ponto de destaque no edital, é que o governo estabeleceu que ‘os serviços serão solicitados às agências contratadas até 12 (doze) de modo a garantir que o valor realizado por elas, individualmente, seja pelo menos igual a 2% (dois por cento) do total executado pelas demais agências’.

Confira as especificidades para participação no certame:

Objeto: contratação de até 12 (doze) agências de publicidade para prestação de serviços de natureza contínua nos setores de publicidade e propaganda para executar um conjunto de atividades realizadas integradamente que tenham por objetivo o estudo, o planejamento, a conceituação, a concepção, a criação, a execução interna, a intermediação e a supervisão da execução externa e a distribuição de publicidade aos veículos e demais meios de divulgação, com o objetivo de promover a venda de bens ou serviços de qualquer natureza, difundir ideias ou informar o público em geral, interno (endomarketing) e externo. Como atividades complementares, os serviços especializados pertinentes ao planejamento e à execução de pesquisas e de outros instrumentos de avaliação e de geração de conhecimento sobre o mercado, o público-alvo, os meios de divulgação nos quais serão difundidas as peças e ações publicitárias ou sobre os resultados das campanhas realizadas; à produção e à execução técnica das peças e projetos publicitários criados; à criação e ao desenvolvimento de formas inovadoras de comunicação publicitária, redes sociais, em consonância com novas tecnologias, visando à expansão dos efeitos das mensagens e das ações publicitárias no assessoramento e apoio no desenvolvimento e execução em ações de comunicação. 

Jornal Midiamax