Política

Em reunião, PT defende candidatura própria em Dourados

"Time que não joga não ganha torcida", disse Biffi

Diego Alves Publicado em 08/10/2015, às 23h33

None
unnamed.jpg

“Time que não joga não ganha torcida”, disse Biffi

Membros do Partido dos Trabalhadores defenderam a candidatura própria do partido em Dourados, a 228 quilômetros de Campo Grande, durante reunião na tarde desta quinta-feira (8), no Sindicato dos Bancários.

Esse foi o primeiro encontro do novo presidente do PT em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado federal Antonio Carlos Biffi com membros do diretório municipal, filiados e simpatizantes. Biffi defendeu que o PT precisa ter candidato à sucessão municipal no segundo maior colégio eleitoral de MS.

A reunião contou com a participação do presidente do Diretório do PT em Dourados, vereador Dirceu Longhi, do vereador Elias Ishy e do ex-deputado estadual Laerte Tetila. O deputado estadual João Grandão enviou representantes à reunião em virtude de compromissos relativos a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do CIMI, na Assembleia Legislativa.

“Precisamos ir para o debate. Time que não joga não ganha torcida. Temos bons nomes em Campo Grande, Dourados e outros municípios e, por isso, precisamos ir para o enfrentamento para mostrar nosso projeto e às grandes transformações que vêm ocorrendo no país nos últimos anos”, destacou Biffi.

Jornal Midiamax