Política

Em evento do DEM, Azambuja e senador disparam contra governo do PT

Senador defende novas eleições

Midiamax Publicado em 28/11/2015, às 20h27

None
_mg_9531.jpg

Senador defende novas eleições

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), disparou contra o governo do PT, assim como o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, que por sua vez, defendeu eleições antecipadas. Os dois participaram de vento do Democratas, que aconteceu neste sábado (28), em Campo Grande.

“A situação do Brasil se deve principalmente por causa do PT, que faz tudo isso para continuar no poder”, disse Azambuja. Para ele, a situação atual acontece em virtude de pessoas “incompetentes que não têm visão moderna”. O governador relembrou reunião em São Paulo, onde ao menos 15 governadores reclamaram da situação de crise vivida pelo País.

O senador, por sua vez, defende a antencipação das eleições. Para ele, se a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), tivesse “o mínimo de gesto republicano” ela convocaria novas eleições. “Eu não acredito mais que a presidente, nem o Congresso terão condição de propor algo para a nação que tenha apoio popular e possa tirar o país da crise”, disse.

Os dois afirmam que o governo do PT está levando o País, cada vez mais, para o abismo. “O desemprego e inflação crescentes, juros altos”, relembra o senador. Azambuja e Caiado também comentaram sobre a prisão do senador Delcídio do Amaral. Ele está preso desde quarta-feira (25). 

Eles lamentaram a situação inédita e avaliaram o fato "como constrangedor, mais que demonstra a atuação das instituições". Delcídio foi preso sob acusação do Ministério Público Federal de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Jornal Midiamax