Política

Deputados dizem que Aneel foi omissa por não analisar contratos da Enersul

Os 38 beneficiados devem depor na CPI

Evelin Cáceres Publicado em 29/04/2015, às 15h57

None
beto.jpg

Os 38 beneficiados devem depor na CPI

Os deputados estaduais Pedro Kemp (PT) e Beto Pereira (PDT) questionaram o papel da Aneel ao não fiscalizar os contratos da Enersul. Ambos usaram a tribuna nesta quarta-feira (29) para voltar ao assunto.

Segundo Kemp, o possível pagamento indevido pode ter onerado a conta de energia e que ao final da CPI da Enersul/Energisa será cobrada da Aneel a regulação dos contratos. “Não restam dúvidas de que foi omissa, enquanto agência reguladora, de analisar os contratos”.

“Ontem foi aprovado relatório para mais requerimentos de outras instituições. Temos que questionar até que ponto ela cumpre a sua função, porque tivemos antes aumento indevido. Na época da primeira CPI da Enersul a Aneel não fez nada”.

Beto Pereira esclareceu que entre os novos requerimentos está a solicitação de endereço dos gratificados. “Pretendemos ouvir todos os 38 que receberam adicionais. Outra coisa que temos que ver é se as práticas que foram condenáveis da Enersul continuam sendo praticadas pela Energisa“.

Jornal Midiamax