Política

Deputado propõe ao governo criação de região metropolitana de Campo Grande

Proposta foi discutida com governo de MS em reunião para tratar de convênios com a Funasa

Midiamax Publicado em 06/01/2015, às 18h48

None
imagem_de_destaque.jpg

Proposta foi discutida com governo de MS em reunião para tratar de convênios com a Funasa

A criação da região metropolitana de Campo Grande, área composta por núcleo urbano e áreas vizinhas menos povoadas, foi apresentada para o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), em reunião de apresentação dos convênios firmados entre a Funasa e o governo estadual.

De acordo com o deputado federal Vander Loubet (PT), autor da proposta, a criação da região metropolitana poderia atrair investimentos federais, além de reduzir o custo de algumas tarifas públicas.

Caso a proposta for aceita, os municípios de Aquidauana, Anastácio, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti, Terenos, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Corguinho, Jaraguari, Bandeirantes e Camapuã, entre outros, seriam englobados.

Para serem transformadas em metropolitanas, as áreas precisam ser oficializadas por legislações locais. No caso de Mato Grosso do Sul, segundo o deputado, a legislação estadual já prevê a criação de regiões metropolitanas.

Com leis com estas finalidades em MS, faltaria apenas decreto do governo estadual que regulamente a legislação. Ainda de acordo com o deputado poderão ser pleiteados novas linhas de recursos em Brasília e busca de demais benefícios garantidos às regiões metropolitanas, com a regulamentação.

A justificativa é que as linhas de programas com alto valor de investimento do governo federal são destinadas às capitais e regiões metropolitanas – são programas voltados, principalmente para infraestrutura e mobilidade urbana.  No caso, os municípios menores ficam fora desta seleção.

Jornal Midiamax