Política

Depois de visitar Azambuja, deputado critica veto petista a aliança com tucanos

Vander defende a participação de petistas na Mesa da Assembleia e Assomasul

Midiamax Publicado em 12/01/2015, às 12h07

None
foto-2015-01-06-reuniao-governadoria.jpg

Vander defende a participação de petistas na Mesa da Assembleia e Assomasul

O deputado federal Vander Loubet (PT) colocou uma pimenta a mais na já conturbada relação dentro do Partido dos Trabalhadores (PT). Depois de deixar alguns petistas irados com a visita ao governador tucano, Reinaldo Azambuja, o deputado agora defende aliança de petista com PSDB, DEM e PPS, contrariando determinação do partido.

O PT fez uma resolução proibindo aliança de petistas com os três partidos. Com isso, proibiu o partido de apoiar Zé Teixeira (DEM) na presidência da Assembleia Legislativa e Juvenal Neto (PSDB) na Assomasul, onde o PT teria a vice-presidência.

Vander não concorda com a resolução petista e manifestou insatisfação com o veto petista, que tinha sido publicado no sábado na rede social do deputado federal eleito, Zeca do PT. Neste domingo, Vander também usou a rede social, mas para dizer que é contra a resolução.

Vander defende liberdade dos petistas para conversar com integrantes de partidos considerados adversários do PT. “Os deputados estaduais, prefeitos e vice-prefeitos do PT têm o direito de participar e de se envolver. A Executiva tem todo o direito de querer acompanhar e de passar orientações sobre esses processos, mas não acho correto querer vetar a articulação em chapas de outros partidos, mesmo que sejam de oposição ao PT”, defendeu.

O deputado alega que se envolver na construção de chapas encabeçadas por partidos de oposição não significa abrir mão de seguir defendendo o PT, seu governo e sua política. “É importante a presença de pessoas do nosso partido nessas direções justamente para termos mais espaço e visibilidade na hora de defender nossas ideias e projetos”, concluiu.

Jornal Midiamax