Política

Depois de paralisação do Aquário, governador garante que peixes estão bem

Governo parou de vez obra do Aquário

Midiamax Publicado em 23/11/2015, às 13h19

None
governador_atualizada.jpg

Governo parou de vez obra do Aquário

Depois que o governo estadual resolveu parar de vez a obra do Aquário do Pantanal, em virtude do impasse jurídico com a Egelte, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), garantiu que os peixes que vão habitar o aquário 'estão vivos'.

Questionado sobre o estado das espécies, uma vez que a obra, que antes já não tinha previsão de término, vai demorar para ser concluída, Azambuja afirmou que, desde que o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) assumiu os peixes estão bem. “Estão vivos, esperando o aquário ficar pronto”, disse.

Anteriormente, a empresa Anambi tomava conta das espécies, mas o governo estadual decidiu rescindir quatro contratos com a empresa, depois de constatar falha de execução do projeto científico elaborado para o Aquário do Pantanal. Consultores da Fundação realizaram vistorias no armazenamento dos peixes e na execução do projeto e notaram que havia erros e por isto cancelou, em julho, o contrato com a empresa.

Na semana passada, o governo estadual parou de vez a obra do Aquário. As sete empresas que têm contrato com o Executivo Estadual, que ainda atuavam no canteiro de obras, foram dispensadas na segunda-feira (16) passada, em virtude do impasse jurídico entre a Egelte, principal empreiteira da obra, e o governo estadual. As empresas dependiam da Egelte, para continuidade dos seus serviços.

Jornal Midiamax