Política

Depois de guarda usar arma de choque, Olarte comemora início de curso

Guardas municipais começaram hoje curso para usar armas não letais

Midiamax Publicado em 23/02/2015, às 21h26

None
print_olarte.png

Guardas municipais começaram hoje curso para usar armas não letais

O prefeito Gilmar Olarte (PP) comemorou em seu Facebook o início do curso de armas não letais para guardas municipais nesta segunda-feira (23). “Na última semana tivemos a comprovação de que as ações conjuntas neste sentido favorecem diretamente a sociedade”, disse o prefeito em sua postagem.

Na última quinta-feira (19), populares registraram imagens de guarda municipal usando arma de choque para deter menor em bar nas Moreninhas. A assessoria da Guarda Municipal confirmou na ocasião que o uso da arma não letal ainda não é permitido, e que só será depois da conclusão do curso iniciado nesta segunda.

O secretário municipal Segurança Pública, Valério Azambuja, tomou conhecimento das imagens e pediu à Corregedoria para apurar imediatamente a ação. Confirmada a transgressão, serão tomadas medidas legais, que podem até resultar no afastamento do guarda.

Confira abaixo na íntegra a publicação de Olarte no Facebook abaixo.

A soma de forças para garantir a segurança da nossa população é essencial e na última semana tivemos a comprovação de que as ações conjuntas neste sentido favorecem diretamente a sociedade.

“Parte do efetivo da Guarda Municipal iniciou hoje o treinamento para atuar no policiamento ostensivo com armas não letais, em Campo Grande. A soma de forças para garantir a segurança da nossa população é essencial e na última semana tivemos a comprovação de que as ações conjuntas neste sentido favorecem diretamente a sociedade.

O efetivo da Guarda Municipal atuou nos dias de Carnaval auxiliando e dando suporte à Polícia Militar e o resultado foi uma redução de 50% no índice de violência. Isso demonstra que estamos no caminho certo. Embora a responsabilidade pela segurança pública seja uma atribuição específica do governo estadual e da União, cabe ao gestor municipal chamar também para si essa tarefa, já que cuidar de uma cidade envolve também assegurar a proteção de seus habitantes.

Estou felizes pela reciprocidade do comandante da Polícia Militar, coronel Deusdete Oliveira, que durante a solenidade hoje de manhã, mais uma vez confirmou que recebe de maneira muito positiva a iniciativa do nosso governo de integrar as forças da área da segurança na nossa Capital.”

Jornal Midiamax