Política

De volta ao ninho, prefeito de Nova Andradina se filia ao PSDB

Relação entre prefeito e PMDB estava desgastada desde eleições 2014 

Heloísa Lazarini Publicado em 02/10/2015, às 18h57

None
hashioka_.jpg

Relação entre prefeito e PMDB estava desgastada desde eleições 2014 

O prefeito de Nova Andradina – distante 241 quilômetros de Campo Grande – Roberto Hashioka se filia nesta sexta-feira (2) no PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira). O ato acontece neste momento na sede do diretório estadual do partido.

Segundo esposa do prefeito, ex-deputada estadual Dione Hashioka, a filiação é uma “volta para casa”. A ex-deputada não entrou em detalhes sobre desgaste entre o prefeito de Nova Andradina e PMDB, ex-sigla, que em 2014 estiveram em lados opostos nas eleições governamentais, pois Roberto e Dione decidiram apoiar o candidato ao governo pelo PT (Partido dos Trabalhadores), senador Delcídio do Amaral, enquanto PMDB tinha Nelsinho Trad, ex-prefeito da Capital, como candidato.

“Roberto foi eleito deputado estadual pelo PSDB assim como prefeito, mas por circunstâncias considerando o que era melhor para cidade ele se filiou ao PMDB, mas agora se ele decidir se candidatar novamente a prefeito, será pelo PSDB, partido com qual ele tem identidade”.

Na mesma cerimônia, acontece ato de filiação do deputado federal Elizeu Dionísio, que na quinta-feira (28) confirmou filiação ao PSDB. Dionísio era vereador e ocupa hoje cadeira na Câmara Federal no lugar do deputado federal eleito pelo PSDB Marcio Monteiro, que se licenciou para assumir comando da Secretaria de Estado de Fazenda.

Jornal Midiamax