Política

De saída do PMDB, Marquinhos já articula grupo forte em novo partido

Deputado faz reuniões com vereadores

Midiamax Publicado em 15/06/2015, às 10h26

None
marquinhosperfil.jpg

Deputado faz reuniões com vereadores

O deputado Marquinhos Trad (PMDB) já começou as articulações para disputar a Prefeitura de Campo Grande por outra sigla. Na semana passada ele se reuniu com seis vereadores para falar sobre futuro político.

A reunião aconteceu na casa do primo de Marquinhos, vereador Paulo Siufi, que também não está satisfeito com o partido. A reunião, também contou com a presença dos vereadores Coringa (PSD), Chiquinho Telles (PSD), Delei Pinheiro (PSD), Carlão (PSB) e Francisco Saci (PRTB).

O vereador Carlão (PSB) explica que a reunião tinha como objetivo discutir, principalmente, a situação do PSD, que pode trocar de presidente estadual em breve, com a saída de Antonio João Hugo Rodrigues. Todavia, segundo o vereador, também foi discutido o futuro do deputado, que pediu opinião dos vereadores sobre que decisões tomar. Carlão explica que não pretende sair do PSB e que, se abrir janela, pretende trazer mais gente para o partido. Ele afirma que foi à reunião para atender a um pedido dos colegas.

Marquinhos ainda não decidiu para qual partido irá após a saída do PMDB, mas o PSD é, por enquanto, o mais cotado. Ele, inclusive, já conversou com o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, para falar sobre a possibilidade de transferência.

Caso vá para o PSD, Marquinhos deve ficar com a presidência do partido e, por isso, já se articula com vereadores, visto que pode haver, nos próximos dias, uma liberação para troca de partido. Esta janela garantiria ao próprio Marquinhos a possibilidade de mudança sem correr risco de perder o mandato.

A reportagem não conseguiu falar com o deputado Marquinhos Trad. Já o vereador Paulo Siufi não quis falar sobre o assunto, alegando que a reunião foi pessoal, visto que Marquinhos é padrinho do filho dele. Porém, assim como Carlão, o vereador Chiquinho Telles (PSD) também desmentiu o vereador, afirmando se tratar de uma reunião política e para definir futuro do PSD.

Jornal Midiamax