Política

ALMS lança Frente Parlamentar em Defesa do Agronegócio e Cooperativismo

 A frente conta com a adesão de 17 dos 24 deputados estaduais

Gerciane Alves Publicado em 22/06/2015, às 14h57

None
rinaldo.jpg

 A frente conta com a adesão de 17 dos 24 deputados estaduais

Nesta segunda-feira (22), a partir das 14h a Frente Parlamentar em Defesa do Agronegócio e Cooperativismo fará o lançamento da Agenda Legislativa da Frente Parlamentar Estadual de Defesa do Agronegócio e Cooperativismo, no Plenário da Assembleia Legislativa.

 O documento será assinado em parceria com os Sistemas OCB/MS (Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Mato Grosso do Sul) e Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) e trará normativos e ações a serem implementadas pela Frente e pelas instituições no âmbito do agronegócio e cooperativismo estaduais. Ao todo são dez ações a serem implementadas.

Segundo o coordenador da frente, Professor Rinaldo (PSDB), o objetivo é propor, discutir e acompanhar a execução de políticas públicas e privadas relacionadas ao Agronegócio e ao Cooperativismo. A frente conta com a adesão de 17 dos 24 deputados estaduais e tem o deputado Zé Teixeira (DEM) como sub-coordenador.

O evento deve ter a participação de Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras); João Martins da Silva Júnior, presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil); deputado federal Osmar Serraglio (PMDB/PR), presidente da Frencoop (Frente Parlamentar do Cooperativismo), deputado federal Marcos Montes (PSD/MG), presidente da FPA (Frente Parlamentar da Agropecuária), Celso Ramos Régis, presidente do Sistema OCB/MS, e Nilton Pickler, presidente do Sistema Famasul.

Jornal Midiamax