Política

Vereadores dizem sofrer pressão da população por descaso da prefeitura

Em discurso na tribuna, Chiquinho Teles (PSD) afirmou, nesta quinta-feira (6), que a população da região das Moreninhas está pressionando os vereadores por conta da falta de obras no bairro. O vereador Coringa (PSD), que também representa a região, contou ter recebido uma “enxurrada” de críticas pelo Facebook por conta da inoperância da Prefeitura. Eles […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 15h44

None

Em discurso na tribuna, Chiquinho Teles (PSD) afirmou, nesta quinta-feira (6), que a população da região das Moreninhas está pressionando os vereadores por conta da falta de obras no bairro. O vereador Coringa (PSD), que também representa a região, contou ter recebido uma “enxurrada” de críticas pelo Facebook por conta da inoperância da Prefeitura.

Eles disseram ter feito várias reivindicações ao Executivo municipal, sem resultado, e que estão de braços atados. “A população diz que a Cidade Morena, pela primeira vez, tem três vereadores e que não levam nem um cascalho, uma roçada”, afirmou Chiquinho. Os parlamentares municipais da região são Chiquinho, Coringa e Chocolate (PP).

O último compromisso feito pela prefeitura, segundo Chiquinho, é de começar as obras de drenagem na Cidade Morena até o próximo dia 10. Ele ameaçou levar um ou dois ônibus lotados de moradores para a frente da prefeitura, caso essas obras não tenham início. “Você não consegue sair e entrar das Moreninhas quando chove”, declarou.

O vereador afirmou que o compromisso foi feito pelos secretários municipais Pedro Chaves (Governo) e Semy Ferraz (Obra). “Na palavra do prefeito eu não confio, mas espero que o Semy e o Pedro Chaves cumpram”, disse.

Já Coringa contou ter apresentado, em março do ano passado, um requerimento pedindo informações sobre o projeto de drenagem e que a prefeitura respondeu, na ocasião, que faltavam apenas alguns documentos para o início das obras.

O líder do prefeito, Alex do PT, criticou o discurso de Chiquinho Telles. Para ele, o vereador está dando um “ultimato” ao prefeito. “O projeto de drenagem não nasceu no ano passado, é de décadas. O que mudou dos outros anos foi a impaciência. A novidade é que os que usam a tribuna nos fazem ultimato. Sou contra ultimato”, disse.

Jornal Midiamax