Política

Vereadores decidem adiar pedido de verba extra para custear Hospital Pediátrico

Os vereadores de Campo Grande decidiram adiar a votação do pedido de suplementação orçamentária, no valor de R$ 153,9 milhões, enviado pela Prefeitura à Câmara nesta semana. Segundo eles, é preciso analisar melhor o pedido. A ideia do presidente da Casa, Mario Cesar (PMDB), era conseguir um acordo com os colegas para colocar o pedido […]

Arquivo Publicado em 17/09/2014, às 13h50

None
1927472309.jpg

Os vereadores de Campo Grande decidiram adiar a votação do pedido de suplementação orçamentária, no valor de R$ 153,9 milhões, enviado pela Prefeitura à Câmara nesta semana. Segundo eles, é preciso analisar melhor o pedido.

A ideia do presidente da Casa, Mario Cesar (PMDB), era conseguir um acordo com os colegas para colocar o pedido em votação ainda na sessão desta quarta-feira (17). Os vereadores ficaram reunidos por cerca de 40 minutos, nesta manhã, na presidência da Câmara, mas não houve consenso.

Sem entrar em detalhes, Mario Cesar deixou a reunião informando apenas que há necessidade de mais discussões sobre o pedido. Esta é a terceira suplementação solicitada pela Prefeitura desde março, quando assumiu Gilmar Olarte, totalizando R$ 541,8 milhões.

Neste pedido está incluído, por exemplo, o montante de R$ 4,6 milhões para custeio do Centro Municipal Pediátrico – em fase de instalação no antigo Hospital Sírio-Libanês, que foi arrendado pelo Município. A Prefeitura tem urgência na realocação da verba e, para isso, depende do aval dos vereadores.



Jornal Midiamax