Política

Vereadores de Campo Grande apostam caixa de cerveja em candidaturas ao Senado

Os vereadores Zeca do PT e Paulo Pedra (PDT) fizeram, nesta quinta-feira (5), no encerramento da sessão na Câmara Municipal, uma aposta sobre as condições do pré-candidato Ricardo Ayache (PT) vencer a eleição para o Senado. Defensor da candidatura própria do PT, Zeca garante que vai pedir votos para Ayache e diz ter certeza de […]

Arquivo Publicado em 05/06/2014, às 14h52

None
597073095.jpg

Os vereadores Zeca do PT e Paulo Pedra (PDT) fizeram, nesta quinta-feira (5), no encerramento da sessão na Câmara Municipal, uma aposta sobre as condições do pré-candidato Ricardo Ayache (PT) vencer a eleição para o Senado.


Defensor da candidatura própria do PT, Zeca garante que vai pedir votos para Ayache e diz ter certeza de que o dirigente será eleito. “Quem votar em mim, vai ter que votar nele”, disse o ex-governador.


Já Paulo Pedra acredita que Ayache não tem densidade eleitoral. “Ele é boi de piranha”, afirmou. “Ele é muito fraco, não tem como ganhar”, acrescentou.


Pedra afirmou também que o presidente da Cassems é um candidato apenas do PT e não dos partidos aliados.


Já Zeca disse que o pré-candidato petista “tem muita empatia e um belíssimo discurso”.


Ayache decidiu renunciar à presidência da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) para disputar o cargo majoritário.


Pela aposta, se o presidente da Cassems for eleito, Paulo Pedra terá de comprar uma caixa de cerveja. Em caso de derrota, quem receberá o prêmio é o vereador do PDT.




Jornal Midiamax