Política

Vereador garante que mulher, nomeada na prefeitura e inscrita em curso integral, fará expediente

O vereador Waldecy Chocolate (PP) afirmou nesta terça-feira (25) que a esposa dele, mesmo matriculada e cursando uma faculdade de tempo integral, vai cumprir expediente na Prefeitura de Campo Grande. Cláudia Núbia Ferreira Duarte foi nomeada mais uma vez na administração municipal. A reportagem tentou contato com a mulher do vereador, mas não obteve resposta. […]

Arquivo Publicado em 25/03/2014, às 18h32

None
1688404079.jpg

O vereador Waldecy Chocolate (PP) afirmou nesta terça-feira (25) que a esposa dele, mesmo matriculada e cursando uma faculdade de tempo integral, vai cumprir expediente na Prefeitura de Campo Grande. Cláudia Núbia Ferreira Duarte foi nomeada mais uma vez na administração municipal.

A reportagem tentou contato com a mulher do vereador, mas não obteve resposta. Por celular, Chocolate garantiu que Cláudia cumprirá o expediente.

“Ela não faz faculdade integral. A aula dela é de manhã e às vezes ela tem aula à tarde a partir das 18 horas. Ela vai cumprir expediente à tarde, sem problema nenhum”, afirmou o vereador.

Cláudia, no entanto, está matriculada em uma faculdade particular e, na grade curricular do curso de Odontologia, consta que o curso tem previsão de ser em tempo integral. A assessoria de comunicação da universidade confirmou que o curso tem aulas de manhã e à tarde, que podem ser atividades extracurriculares, mas com presença do aluno na universidade.

Podem ser aulas, expediente interno, estágio e outras atividades que estão previstas na grade curricular.

De Bernal a Olarte

Cláudia exercerá o cargo em comissão de assessor-técnico II e receberá pelo símbolo DCA-5 na Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais para desempenhar funções na gestão do Fundo de Apoio à Comunidade (FAC).

Cláudia foi exonerada no dia 16 de outubro de 2013 pelo ex-prefeito Alcides Bernal. Após discurso na Câmara do vereador dizendo que a exoneração da esposa era um ato de retaliação, o prefeito cassado tornou a publicação sem efeito e Cláudia voltou aos quadros de funcionários da prefeitura.

No último dia 17, ela foi novamente exonerada por Olarte  com outros 132 nomeados na Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais. Com a ‘renomeação’ de hoje, a mulher do vereador volta a administração pública. O decreto de hoje é retroativo ao dia 17.

Jornal Midiamax