Política

Relatório: Prefeitura deixou de arrecadar R$ 69 milhões durante gestão de Bernal

O relatório feito pelos secretários municipais a pedido do prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) revela que R$ 69.452.000,00 deixaram de ser arrecadados em 2013 pelo prefeito cassado Alcides Bernal. São R$ 33.858.000,00 de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), R$ 21.654.000,00 de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), R$ 4.981.000,00 de contribuição […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 13h07

None

O relatório feito pelos secretários municipais a pedido do prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) revela que R$ 69.452.000,00 deixaram de ser arrecadados em 2013 pelo prefeito cassado Alcides Bernal.

São R$ 33.858.000,00 de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), R$ 21.654.000,00 de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), R$ 4.981.000,00 de contribuição de melhorias e R$ 8.959.000,00 de taxas.

A queda na arrecadação de receitas próprias para a prefeitura reduz a capacidade financeira em garantir a contratação de operações de crédito e na folha de pagamento, segundo o relatório.

Foram apontados como problemas a serem enfrentados pela administração municipal o baixo dinamismo da economia em função da falta de investimento público municipal, falta de capacidade de atendimento aos contribuintes por causa da centralização do atendimento na Central do Cidadão, não implementação dos convênios com a Junta Comercial, Empresa Fácil e Receita Federal, morosidade no habite-se e aprovação de projetos que ampliam a arrecadação municipal e não atualização dos softwares gerenciais de arrecadação de Campo Grande.

Olarte realiza a coletiva no Grand Park Hotel para mostrar o levantamento feito nas secretarias, que apontam as irregularidades da administração de Alcides Bernal.

Jornal Midiamax