Política

Puccinelli nega cunho político no interesse pela BR-419

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, descartou hoje que exista qualquer ligação entre o interesse de autoridades locais no projeto da BR-419 com as eleições deste ano. Ele esteve esta semana em Brasília (DF) onde, juntamente com membros da bancada federal sul-mato-grossense, reuniu-se com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para conversarem […]

Arquivo Publicado em 28/02/2014, às 14h59

None
557916852.jpg

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, descartou hoje que exista qualquer ligação entre o interesse de autoridades locais no projeto da BR-419 com as eleições deste ano. Ele esteve esta semana em Brasília (DF) onde, juntamente com membros da bancada federal sul-mato-grossense, reuniu-se com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para conversarem sobre a pavimentação desta estrada.


Segundo Puccinelli, o encontro foi apenas para que o Estado consiga, junto ao Governo Federal, reiterar o compromisso de incluir o projeto da rodovia BR-419 no PAC 3 (Programa de Aceleração do Crescimento). A obra exige investimentos da ordem de R$ 390 milhões e constitui, basicamente, em mais uma rota viária dentro do Pantanal, ligando as regiões sudoeste e norte de Mato Grosso do Sul.


No campo político, fala-se que a viabilização desta obra estaria diretamente ligada ao projeto eleitoral de lideranças políticas para este ano. Recentemente, além de Puccinelli, outros políticos também foram até gabinetes federais em busca de viabilizar a inclusão do projeto no PAC 3.

Jornal Midiamax