Política

Mais seis páginas do Facebook são retiradas do ar por ordem da Justiça Eleitoral de MS

Mais seis páginas terão de ser removidas do Facebook por ofensas a candidatos de Mato Grosso do Sul. As decisões da Justiça Eleitoral respondem a ações das coligações ‘MS cada vez melhor’, de Nelsinho Trad (PMDB), e ‘Novo Tempo’, de Reinaldo Azambuja (PSDB). Os juízes mandaram tirar do Facebook as páginas‘Ichabod Crane’, ‘Tibério Amaranto’, ‘Trambiques […]

Arquivo Publicado em 09/08/2014, às 16h45

None
241455939.jpg

Mais seis páginas terão de ser removidas do Facebook por ofensas a candidatos de Mato Grosso do Sul. As decisões da Justiça Eleitoral respondem a ações das coligações ‘MS cada vez melhor’, de Nelsinho Trad (PMDB), e ‘Novo Tempo’, de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Os juízes mandaram tirar do Facebook as páginas‘Ichabod Crane’, ‘Tibério Amaranto’, ‘Trambiques e Mentiras S/A’, ‘Língua Preta’, ‘Pau de Arara’ e ‘Os Charlatões’. Os cinco primeiros constam na ação impetrada pela coligação do tucano, enquanto o segundo está na de ambos.

“Sem dúvida que os fatos ora em análise estão sendo comuns neste pleito eleitoral”, começa o texto uma das decisões da Justiça Eleitoral, após relatório da ação. Somente nas primeiras de semana, já passava de 30 o número de páginas do Facebook removidas por ordem judicial.

Em outro ponto da decisão, publicada no mural eletrônico do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) na noite de sexta-feira (8), os juízes apontam: “sem dúvida que as matérias veiculadas extrapolam o senso crítico do comumente aceitável, transbordando o direito constitucional de livre manifestação do pensamento e da liberdade de comunicação e informação.”

A Justiça Eleitoral tem dado 24 horas, a partir da notificação, para o Facebook cumprir a ordem. A rede social tem acatado todos os pedidos.

Outra medida tomada pelos juízes é pedir que o Facebook repasse informações sobre o perfil responsável pela criação da página. Estas, por sua vez, são encaminhadas à Polícia Federal, que investiga os casos.



Jornal Midiamax