Política

Justiça Eleitoral fará atendimento na Aldeia Amambai nesta terça-feira

A Justiça Eleitoral a 1ª Zona Eleitoral/MS, com sede em Amambai realiza nesta terça-feira, dia 8 e na quinta-feira, dia 10 de abril, atendimento itinerante à comunidade da Aldeia Amambai, a reserva indígena mais populosa da região Cone Sul do Estado, com cerca de 9 mil índios da etnia guarani-kaiowa. Segundo o juiz eleitoral, Dr. […]

Arquivo Publicado em 07/04/2014, às 23h25

None

A Justiça Eleitoral a 1ª Zona Eleitoral/MS, com sede em Amambai realiza nesta terça-feira, dia 8 e na quinta-feira, dia 10 de abril, atendimento itinerante à comunidade da Aldeia Amambai, a reserva indígena mais populosa da região Cone Sul do Estado, com cerca de 9 mil índios da etnia guarani-kaiowa.

Segundo o juiz eleitoral, Dr. Ricardo da Mata Reis, o atendimento itinerante na reserva indígena será na Escola Municipal Guarani e acontecerá das 8 às 11h da manhã.

De acordo com a Justiça Eleitoral, durante a ação itinerante serão realizados alistamentos de novos eleitores, revisão de situação cadastral de título de eleitor e transferência domiciliar para eleitores que moram na Aldeia Amambai, votam em outros municípios e queiram transferir seu título para votar em Amambai.

Segundo a Justiça Eleitoral, para requerer alguns dos serviços citados acima, basta a pessoa procurar o posto de atendimento itinerante à ser instalado na escola da reserva indígena no dia 8 de abril munidos com os seguintes documentos:

Original e cópia do Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) emitido pela FUNAI (Fundação Nacional do Índio), Registro Civil ou identidade civil e declaração de residência emitida pela FUNAI ou conta de energia atualizada em nome do eleitor, para alistamento e revisão eleitoral.

Para o caso de transferência de domicílio eleitoral, a conta em nome do eleitor deverá ser de pelo menos três meses atrás, segundo a JE.

Segundo a Justiça Eleitoral a realização da ação itinerante na reserva indígena tem por objetivo possibilitar o acesso dos eleitores e da população guarani-kaiowá da aldeia aos serviços prestados pela JE.

Jornal Midiamax