Política

Há um mês de vencer a vigência da tarifa de ônibus, vereador cobra projeto de Prefeitura

O vereador Eduardo Romero (PT do B) encaminho nesta quarta-feira (29) ofício para a diretora-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande (Agereg), Ritva Cecília Vieira, pedindo informações sobre o contrato de concessão para operação do serviço de transporte público da Capital. Romero lembrou que falta um mês para vencer a […]

Arquivo Publicado em 29/01/2014, às 16h13

None
1428541156.jpg

O vereador Eduardo Romero (PT do B) encaminho nesta quarta-feira (29) ofício para a diretora-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande (Agereg), Ritva Cecília Vieira, pedindo informações sobre o contrato de concessão para operação do serviço de transporte público da Capital. Romero lembrou que falta um mês para vencer a vigência da tarifa de R$ 2,70 e cobrou do Poder Executivo o envio do projeto.

Depois de enviado, o projeto será discutido na Câmara, para definir a compensação da tarifa a partir de 28 de fevereiro. Em outubro foi feita com isenção do ISS (imposto municipal) para reduzir o valor em R$ 0,05.

‘Queremos saber da Agereg se o Consórcio Guaicurus está cumprindo o contrato, as planilhas. Estamos ouvindo a população sobre a qualidade do serviço. Tudo isto vai nos auxiliar na discussão do projeto que vai chegar à Câmara’, disse o vereador.

O secretário municipal de receita, Disney Fernandes, declarou que a compensação da tarifa só será discutida em fevereiro. Disney também revelou que ainda não há idéia do que será a compensação. Caso não seja encontrada solução, a tarifa pode voltar para R$ 2,92.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com a Prefeitura de Campo Grande.

Jornal Midiamax