Política

Ex-aliado, vereador Chocolate diz que pode votar em Bernal para o Senado este ano

A decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deferindo a candidatura de Alcides Bernal (PP) ao Senado dividiu a opinião dos vereadores de Campo Grande. Há até ex-aliados cogitando publicamente penderem de novo para o lado do pepista. Bernal foi cassado pela Câmara Municipal no dia 12 de março deste ano, após CPI que apurou irregularidades […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 14h40

None
2013025532.JPG

A decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deferindo a candidatura de Alcides Bernal (PP) ao Senado dividiu a opinião dos vereadores de Campo Grande. Há até ex-aliados cogitando publicamente penderem de novo para o lado do pepista.

Bernal foi cassado pela Câmara Municipal no dia 12 de março deste ano, após CPI que apurou irregularidades na administração. A cassação foi usada como argumento na tentativa de vetar a candidatura ao Senado.

“De repente, posso votar no candidato do meu partido ao Senado”, comentou Chocolate, durante a sessão desta terça-feira (16). Durante o tempo em que Bernal foi prefeito (janeiro 2012 a março de 2013), o vereador viveu momentos de amor e ódio com o correligionário.

No começo da gestão, ambos eram vistos sempre juntos em eventos públicos. No decorrer dos meses, a aproximação reverteu-se totalmente, a ponto de trocas de farpas, também em público.

Agora, Chocolate dá sinais de uma eventual aproximação. “Não posso ir contra a Justiça, se achou que era direito, então que dê o direito e boa sorte, que ele consiga atingir o objetivo”, contemporizou Chocolate nesta terça-feira.

Jornal Midiamax