Política

Diretora de Bernal ironiza plenário vazio e vereador tenta impedi-la de tirar fotos

Por falta de quórum – presença da maioria – vários projetos deixaram de ser apreciados pelos vereadores de Campo Grande, nesta quinta-feira (20). Além disso, os parlamentares viraram alvos de críticas do público que encheu a Casa de Leis, inclusive provindas da diretora-presidente da Agereg (Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Campo Grande), […]

Arquivo Publicado em 20/02/2014, às 17h06

None

Por falta de quórum – presença da maioria – vários projetos deixaram de ser apreciados pelos vereadores de Campo Grande, nesta quinta-feira (20). Além disso, os parlamentares viraram alvos de críticas do público que encheu a Casa de Leis, inclusive provindas da diretora-presidente da Agereg (Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Campo Grande), Ritva Vieira.

Ela fotografou por diversas vezes o plenário vazio e levou uma “bronca” do vereador Carlão (PSB), que tentou impedi-la, mas sem sucesso. Aos risos, ela mostrava as fotos para outras duas secretárias da gestão do prefeito Alcides Bernal (PP), que acompanhavam a sessão.

Fotos de funcionários da prefeitura já geraram polêmicas com a Câmara, como quando o superintendente de Comunicação, Djalma Jardim foi flagrado pelo fotógrafo Roberto Higa mostrando o dedo médio ao plenário, apesar dele ter negado à época que o “gesto” era para ofender.

Desta vez, as servidoras municipais acompanhavam a votação do projeto Sistema de Inspeção Municipal (SIM), que não foi aprovado por falta de quórum, pois havia apenas 13 dos 29 vereadores. Se aprovado em uma próxima sessão, este projeto fornecerá um selo a produtores agrícolas para que possam comercializar seus produtos dentro da legalidade, com a qualidade garantida ao consumidor.

Jornal Midiamax