Política

Dione Hashioka diz que marido não esconde preferência por Delcídio e pode até sair do PMDB

“Ele sempre disse que é a vez do Delcídio”, afirmou a esposa do primeiro prefeito peemedebista que assumiu publica e oficialmente apoio à candidatura petista em MS.

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 13h42

None
1350068052.jpg

“Ele sempre disse que é a vez do Delcídio”, afirmou a esposa do primeiro prefeito peemedebista que assumiu publica e oficialmente apoio à candidatura petista em MS.

A deputada estadual Dione Hashioka (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (25) que o prefeito Roberto Hashioka (PMDB) não esconde a preferência pelo senador Delcídio do Amaral (PT) na disputa pelo governo do Estado e que, se for preciso, ele pode até sair do PMDB. “Ele sempre disse que é a vez do Delcídio”, afirmou.

Dione ponderou apenas que a gravação de áudio, divulgada pelo Midiamax, seria antiga, antes da definição do candidato do PMDB. O partido de Roberto Hashioka tem o ex-prefeito Nelsinho Trad como candidato à sucessão do governador André Puccinelli.

Já o líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Rocha, classificou o apoio do prefeito do PMDB como “um caso isolado”. “Assim como Hashioka apoia o Delcídio, o candidato do PMDB também pode conseguir apoio de prefeitos do PT e do PSDB. Perde um aqui, ganha outro ali”, declarou.

Jornal Midiamax