Política

Cedência de servidores do Estado para Bernal é publicada após exonerações na prefeitura

Foram publicados nesta segunda-feira (24) cinco decretos de cedência de servidores do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para a Prefeitura de Campo Grande. Alguns dos funcionários, porém, tiveram os decretos de nomeação em cargos revogados pelo prefeito Gilmar Olarte e devem voltar ao Governo. É o caso do radialista Lúcio Maciel, que […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 12h15

None

Foram publicados nesta segunda-feira (24) cinco decretos de cedência de servidores do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para a Prefeitura de Campo Grande. Alguns dos funcionários, porém, tiveram os decretos de nomeação em cargos revogados pelo prefeito Gilmar Olarte e devem voltar ao Governo.


É o caso do radialista Lúcio Maciel, que teve o decreto de colocação à disposição da administração municipal publicado hoje, mas foi exonerado antes, no dia 14 de março. Por telefone, o servidor disse que deve retornar ao órgão de origem, já que pertence ao Quadro Permanente de Pessoal do Estado de Mato Grosso do Sul e estava lotado na Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa.


Os decretos “P” n. 1.166, 1.167, 1.168, 1.169 e 1.170 colocam à disposição da prefeitura de Campo Grande, além de Lúcio, Neide Arantes de Almeida, Nyce Cafure Melgarejo, Elizeu Alves de Souza, Elvio Meza Bernal (primo do prefeito cassado Alcides Bernal), Ana Paula Correia da Silva, Gilberto dos Santos, Jonys Cabrera Lopes e Luidson Borges Tenório Noleto.


Desses, apenas Nyce Melgarejo foi cedida entre os dias 1° a 12 de janeiro de 2014. Os outros estavam cedidos até o fim do ano, mas Elizeu Souza, Elvio Bernal, Ana Paula da Silva e Gilberto dos Santos também devem retornar aos órgãos de origem.

Jornal Midiamax