Política

Azambuja sinaliza que só disputa o senado se Puccinelli não for candidato

O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que vai esperar até 7 de abril quando termina o prazo para desincompatibilização do governador André Puccinelli (PMDB) para decidir se disputa o Senado. A decisão depende da definição do governador na disputa pelo cargo. Para o tucano, é importante aguardar o dia 7 de abril, que será […]

Arquivo Publicado em 29/01/2014, às 12h00

None
767314541.jpg

O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que vai esperar até 7 de abril quando termina o prazo para desincompatibilização do governador André Puccinelli (PMDB) para decidir se disputa o Senado. A decisão depende da definição do governador na disputa pelo cargo.

Para o tucano, é importante aguardar o dia 7 de abril, que será a data em que o governador terá que se definir se continua no governo ou se afasta para ser candidato ao Senado. Conforme a legislação eleitoral, o candidato que está no Executivo é obrigado a deixar o cargo seis meses antes das eleições para disputar a eleição.

Esta indefinição de Azambuja já foi motivo de piada para o governador que afirmou que o tucano tem medo de enfrentá-lo nas urnas. O parlamentar contou ter ouvido que André estaria treinando para ser senador em 2015.

Mas o peemedebista contestou a afirmação dizendo que o deputado não contextualizou a história. Segundo o governador, na época, Azambuja estaria esperando a definição de André para decidir se disputaria ao Senado. Agora os fatos se concretizaram e o tucano vai esperar até o dia 7 de abril para bater o martelo sobre sua candidatura.

Jornal Midiamax