Política

Avó filma péssimas condições de anexo de escola e posta em rede social de Bernal

Uma avó revoltada com a situação em que as netas passam na escola resolveu gravar um vídeo e postar em uma rede social, no perfil do prefeito Alcides Bernal (PP), e cobrar explicações para as péssimas condições que os alunos enfrentam no anexo da Escola Municipal Antônio Lopes Lins, no bairro Portal Caiobá. A cabeleireira Luzinete Pedroza disse que todos os dias […]

Arquivo Publicado em 18/02/2014, às 18h58

None
226271881.jpg

Uma avó revoltada com a situação em que as netas passam na escola resolveu gravar um vídeo e postar em uma rede social, no perfil do prefeito Alcides Bernal (PP), e cobrar explicações para as péssimas condições que os alunos enfrentam no anexo da Escola Municipal Antônio Lopes Lins, no bairro Portal Caiobá.

A cabeleireira Luzinete Pedroza disse que todos os dias quando deixa as netas, entre 4 e 6 anos, na escola fica muito revoltada com o estado que presenciaria no prédio em que os alunos estudam. “O anexo fica em uma rua sem asfalto e a poeira invade o lugar, deixando tudo sujo e quando chove a rua fica toda lameada. Eu quero que o Bernal dê um jeito nessa situação”, afirma ela.

Ela contou ao Midiamax que fez o vídeo escondido porque não estaria mais aguentando cobrar uma solução da diretoria da escolar e nada ser resolvido. A avó alega que a sujeira e a poeira tomam contam do anexo.

Segundo Luzinete, existem duas salas de aula onde o sol bate direto e só tem um ventilador para cerca de 25 alunos. De acordo com ela, suas netas voltam todos os dias empoeiradas e com o uniforme sujo. “As minha netas voltam sujas da escola todos os dias. Dá dó de ver”, reclama.

Ainda de acordo com Luzite, no anexo estudam cerca de 200 alunos da pré-escola ao 1º ano, e que no local não existe nenhum espaço coberto para eles ficarem durante o intervalo das aulas.”Como podem deixar as crianças nesse sol quente sem ter uma cobertura para protegê-los, ninguém vê que isso prejudica a saúde deles”, indaga.

Outro problema apontado pela avó é em relação à cozinha. Como o anexo está localizado em uma rua sem asfalto a poeria toma conta do lugar. “Não é culpa dos funcionários, que tentam deixar limpo, só que a poeira não deixa e isso é perigoso porque o alimento que as crianças comem é feito lá”, desabafa.

No vídeo a avó mostra os estudantes em meio a muita sujeira, sendo que ela afirma que na sede da escola tudo é muito limpo e organizado. Segundo ela, no local era para ser implantado um projeto para a população que acabou não saindo do papel e, posteriormente alugado para a Prefeitura.

Luzinete está indignada com a situação em que se encontra o local onde as crianças estudam e pede ao prefeito Alcides Bernal uma solução rápida para o problema.

A cabeleireira escreve no post do perfil do prefeito que o vídeo foi feito escondido dos professores e funcionários e que ela o fez para mostrar o descaso com o qual os alunos estariam sendo tratados no anexo.

A assessoria da Prefeitura foi procurada, mas até o fechamento da matéria não deu nenhuma resposta.

Confira na íntegra a mensagem:

bom dia prefeito …moro no portal caioba e venho por meio deste video mostrar ao senhor as condiçoes em que as crianças da pré escola do colegio municipal antonio lopes lins estao estudando . chega a ser humilhante ver nossos pequenos no meio de tanta sujeira.na escola é tudo limpinho .mas aqui no anexo só por DEUS.esse anexo é da thays helena e é alugado para a prefeitura.por favor prefeito olhe por nossas crianças.nós votamos no senhor por que confiamos.tenha misericordia desses pequenos prefeito ,eu fiz esse video escondido sei que muitas vezes o senhor nao tem conhecimento mas faça uma visita nesse anexo para o senhor ver as condiçoes precarias em que estao estudando.muito obrigada…

Jornal Midiamax