Política

Após férias de Puccinelli, Simone Tebet tentará tornar viável a sua candidatura

Para o deputado Eduardo Rocha, a saída da vice-governadora Simone Tebet da Secretaria de Estado de Governo tem o objetivo político de permitir que ela trabalhe por sua pré-candidatura ao Senado. Líder do PMDB na Assembleia Legislativa, Eduardo Rocha é o marido de Simone. “Eu acredito que nesse mês de janeiro ela não terá como […]

Arquivo Publicado em 03/01/2014, às 14h00

None
1189434524.jpg

Para o deputado Eduardo Rocha, a saída da vice-governadora Simone Tebet da Secretaria de Estado de Governo tem o objetivo político de permitir que ela trabalhe por sua pré-candidatura ao Senado. Líder do PMDB na Assembleia Legislativa, Eduardo Rocha é o marido de Simone.

“Eu acredito que nesse mês de janeiro ela não terá como se dedicar a isso porque assume o Governo, mas de fevereiro para frente ela poderá se dedicar à pré-campanha, viajando para o interior, primeiramente pedindo o apoio no PMDB para disputar o Senado”, disse.

Conforme decisão publicada hoje no Diário Oficial do Estado, Simone foi dispensada pelo governador André Puccinelli da função de secretária de Estado de Governo. Para o lugar dela foi designado o secretário de Estado da Casa Civil, Osmar Jeronymo – que vai acumular as duas pastas.

Simone e Nelsinho Trad foram apontados como possíveis pré-candidatos ao governo pelo PMDB. O governador André Puccinelli, maior liderança do partido, chegou a prometer igualdade de condição para os dois. Ambos foram nomeados na mesma data para o secretariado, mas Nelsinho deve permanecer até o fim do mês como titular da Secretaria Extraordinária de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios.

Apesar de ter o nome ventilado para o Governo, Simone tem afirmado que prefere disputar o Senado, seguindo os passos do pai, Ramez Tebet. Nesta manhã, ela teria uma reunião com o governador André Puccinelli.

Jornal Midiamax