Política

‘A coisa está feia’: vereadores listam problemas e dizem que Campo Grande está abandonada

Depois de constantes reclamações de abandono, sujeira e da situação precária da saúde pública, o Midiamax conversou nesta quinta-feira (13) com vereadores de oposição ao prefeito Alcides Bernal (PP). Eles citaram o que consideram os principais problemas atuais de Campo Grande. Incompatível O vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) disse que as principais reclamações da população são ...

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 13h53

None

Depois de constantes reclamações de abandono, sujeira e da situação precária da saúde pública, o Midiamax conversou nesta quinta-feira (13) com vereadores de oposição ao prefeito Alcides Bernal (PP). Eles citaram o que consideram os principais problemas atuais de Campo Grande.

Incompatível

O vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) disse que as principais reclamações da população são dos buracos nas ruas e da falta de limpeza. “A cidade está abandonada, está feia a coisa”. Cabeludo ainda afirmou que a personalidade do prefeito não é compatível para quem precisa administrar uma cidade.

Deixando o bigode

Para Chiquinho Telles (PSD), o principal problema é a limpeza de modo geral e a saúde. “A população está com medo da dengue, tem muito matagal, está faltando limpeza em escolas e nos Ceinfs”, destacou. O vereador ainda brincou que Bernal só limpa por onde anda e que quando limpa “deixa o bigode”, faz malfeito.

O vereador revelou que os funcionários que fazem a limpeza não estão recebendo cesta básica, como na gestão anterior. “Está no contrato, o funcionário tem que receber, além do salário, a cesta básica”, disse, apontando que o mutirão de limpeza que era realizado com Nelsinho, não tem sido feito.

Prefeito da saúde?

Chiquinho acusou o prefeito de não cumprir promessas de campanha. O vereador lembrou que Bernal prometeu ser o prefeito da saúde. “Os quatrocentos médicos que ele prometeu não cumpriu, marcar consulta médica em farmácia também não cumpriu. Campo Grande está rezando para não ficar doente”, frisou.

Aumentar demanda de funcionários de limpeza

“Falta iluminação pública, limpar as creches, escolas, consertar as ruas”, lista Carlão (PSD). O vereador salienta que, em época de chuva, Bernal deveria aumentar a demanda de funcionário de limpeza, para amenizar a sujeira e matos altos que surgem em consequência das chuvas.

Bairros esquecidos e falta de pediatra

O vereador Coringa (PSD) falou da falta de asfalto e drenagem nos bairros Campina Verde, Capo Alto e Cidade Morena. “Quando chove as residências lá ficam inundadas, são bairros esquecidos pela prefeitura”, afirmou. Coringa também citou a falta de quebra molas, redutores de velocidade e sinalização nas ruas.

A saúde é outro problema que preocupa o vereador. Segundo ele, a principal reclamação ouvida nos postos é a demora na entrega dos exames. “Muita gente faz exame em clínicas particulares”. A falta de farmacêutico para entregar os medicamentos, além da ausência de pediatras são outras reivindicações da população feitas a Coringa.

Calçadas invadidas pelo mato

Carla Stephanini (PMDB) reclamou da falta de manutenção. “Precisa asfaltar, arrumar buracos. Falta limpeza em áreas públicas, as calçadas foram invadidas pelo mato”. A vereadora criticou o descaso do prefeito com as indicações dos vereadores.

Indicações não são atendidas

De acordo com Carla Stephanini, no ano passado, os vereadores fizeram cerca de dez mil indicações ao prefeito, e nem 10% foram atendidas. “As indicações auxiliam a prefeitura, são pedidos da população. Esse é um dos papeis dos vereadores, repassar para o prefeito”, reforça.

Carlão fez a mesma reclamação. “Bernal atendeu no máximo a 30% das minhas indicações”. Coringa afirma ter feito cerca de seiscentas indicações, das quais apenas trinta foram atendidas. “Colocam em cima da mesa e deixam. Se o vereador não for atrás, nada acontece”, finalizou.

Jornal Midiamax