Vereadores ‘quebram o pau’ em sessão ao trocar acusações por contratação de parentes

Após o feriado, o clima que paira na sessão da Câmara de Campo Grande nesta terça-feira (27) é de troca de acusações e tensão. O vereador Paulo Siufi (PMDB) usou a palavra livre para acusar a administração de Bernal de contratar parentes em cargos da prefeitura. O parlamentar falou em “República da Maternidade Cândido Mariano” […]
| 27/08/2013
- 18:11
Vereadores ‘quebram o pau’ em sessão ao trocar acusações por contratação de parentes

Após o feriado, o clima que paira na sessão da Câmara de Campo Grande nesta terça-feira (27) é de troca de acusações e tensão. O vereador Paulo Siufi (PMDB) usou a palavra livre para acusar a administração de Bernal de contratar parentes em cargos da prefeitura.

O parlamentar falou em “República da Maternidade Cândido Mariano” para citar que o Secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, teria utilizado o telefone da unidade por seis meses, sem pagar.

Além disso, o vereador disse que o prefeito teria trazido de Maracaju duas pessoas para trabalhar na Central de Compras, fazendo negociatas de preços e contratos. O assunto é sempre tocado entre os parlamentares durante as sessões da CPI do Calote.

O filho do Issan Moussa, advogado, teria sido contratado por Alcides Bernal, segundo Siufi. “Ele foi contratado para ser o diretor de assuntos aleatórios de Bernal”, ironizou.

Líder do prefeito na Câmara, o vereador Marcos Alex (PT), aproveitou a palavra livre para rebater as críticas a gestão municipal. “Para começar, eu devo convocar o Siufi para ficar aqui do meu lado enquanto eu falo, porque ele me daria uma aula magna sobre república, a começar pela ‘República dos Trad,”, insinuou.

Ele acusou a administração de Nelson Trad Filho de abrigar os parentes na prefeitura. “Saiu o primo, entrou Mazina, o cunhado. Se for para falar de república, nesse nível, o Bernal não passa de um pirralho frente a república dos Trad”.

O vereador disse que era preciso alertar as pessoas sobre a influência dos parentes na administração passada. “É bom explicar como funcionou, explicar como essa influência nefasta contribuiu apara a morte de pessoas”, acusou.

Alex continuou dizendo, aos gritos, que pessoas procuram a CPI da Saúde para contar histórias de atendimentos. “Algumas pessoas não deveriam ter a coragem de pedir votos, deveriam ir presas. O papel da CPI deveria ser o de se aprofundar para ver o que aconteceu na saúde pública”, concluiu.

Siufi voltou a usar a palavra e respondeu dizendo que o vereador Alex sabe ou disfarça que não sabe que o Secretário de Meio Ambiente, Odimar Luis Marcon, é concunhado de Bernal.

“Ele é concunhado do Bernal e não entende de nada do que está fazendo. E quem está a frente do [Centro de Convivência do Idoso] Vovó Ziza é irmã da esposa do prefeito, isso sem contar outras pessoas que vossa excelência não quer ver”.

O parlamentar concluir as acusações dizendo que “a poeira vai erguer e só vai ficar quem tiver base de concreto”.

Veja também

Candidato ainda aguarda julgamento do pedido pela Justiça Eleitoral

Últimas notícias