Política

Presidente da Câmara rebate Bernal: “vereadores não criam amarra alguma”

Mario Cesar (PMDB), vereador e presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, rebateu o prefeito Alcides Bernal (PP) e garantiu que os parlamentares não criam amarra alguma para a administração municipal. O prefeito reclamou publicamente de “amarras” criadas pelos vereadores contra a administração dele. O prefeito afirma que alguns vereadores estão apresentando emendas a LDO […]

Arquivo Publicado em 04/07/2013, às 14h48

None
1913399680.jpg

Mario Cesar (PMDB), vereador e presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, rebateu o prefeito Alcides Bernal (PP) e garantiu que os parlamentares não criam amarra alguma para a administração municipal.


O prefeito reclamou publicamente de “amarras” criadas pelos vereadores contra a administração dele. O prefeito afirma que alguns vereadores estão apresentando emendas a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) que podem burocratizar e amarrar a administração, deixando o prefeito refém da Câmara.


“Não existe nada disso de amarras”, rebateu Mario Cesar. Segundo ele, as emendas que estão sendo realizadas na LDO são de cunho formal, como correções de metas.


Um exemplo dado pelo presidente da Casa de Leis é no ponto sobre o déficit habitacional. “A LDO diz que tem como objetivo zerar o déficit habitacional da cidade, mas é inviável construir de 30 a 40 mil casas só neste ano. A mesma coisa ocorre na meta de vagas de Ceinfs (Centros de Educação Infantil”, explicou Mario Cesar.


O parlamentar ainda afirmou que o prefeito pode ter se “equivocado” em algumas afirmações. Bernal, por exemplo, reclamou do fato dos vereadores entenderem dívidas parceladas como uma “conta cheia”, levando em consideração o montante completo.


“Mas é assim que se faz o orçamento, mesmo quando uma dívida está parcelada, a verba já foi empenhada. Acredito que o prefeito tenha se equivocado”, comentou o presidente da Câmara.

Jornal Midiamax