Política

Presidente da Câmara avalia que Bernal frustrou todas expectativas nos primeiros seis meses

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), completa seis meses de mandato nesta segunda-feira (1º). Diante de várias reclamações na Câmara, que incluiu trocas de acusação entre Legislativo e Executivo, o Midiamax foi ouvir a avaliação dos vereadores sobre a administração e observou que o presidente, Mário César (PMDB), não é dos mais otimistas. […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 15h17

None
599032995.jpg

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), completa seis meses de mandato nesta segunda-feira (1º). Diante de várias reclamações na Câmara, que incluiu trocas de acusação entre Legislativo e Executivo, o Midiamax foi ouvir a avaliação dos vereadores sobre a administração e observou que o presidente, Mário César (PMDB), não é dos mais otimistas.

“Com a expectativa criada durante a campanha, com relação à gestão dele, posso dizer que a avaliação não é muito boa. A expectativa foi boa, tanto é que ganhou a eleição, embora alguns destes votos não seja dele, mas de pensamentos que se encontraram e acabou ele sendo o beneficiário. Estava no local certo e na hora certa. Ele criou algumas expectativas e nestes primeiros seis meses frustrou-se todas em todos os seguimentos”, analisou.

Mário é bastante crítico com relação a gestão e afirma que não consegue pontuar o que aconteceu de bom. “As vezes falamos: fez dez coisas boas e uma ruim e essa ruim prevalece. Ai a gente bate só na ruim. Não é assim. Queria entender o que tem de coisa boa, porque a reclamação é geral”, criticou.

O vereador afirma que a reclamação é ouvida em todos os lugares, incluindo diversos setores. “Com relação aos primeiros seis meses, em relação ao sonho apresentado a Campo Grande, as pessoas ficaram aquém desta realidade”, concluiu.

O presidente da Câmara recebeu o prefeito Alcides Bernal na manhã desta segunda-feira, onde foi apresentado o projeto da prefeitura que prevê financiamento de R$ 420 milhões para pavimentação e mobilidade urbana. Ao final do encontroMário prometeu celeridade na tramitação do projeto, garantindo que a Câmara vai votar o que é bom para Campo Grande.

Jornal Midiamax