Política

Prefeito afirma que vai cumprir reintegração, mas com justiça

Prefeito afirma que vai cumprir reintegração, mas com justiça Durante o lançamento oficial da campanha “Morena sem Dengue”, na manhã desta sexta-feira (25), o prefeito Alcides Bernal (PP) informou que vai cumprir a determinação judicial e fazer a reintegração de posse dos terrenos invadidos. Ele disse que as pessoas vão ser retiradas do local, mas […]

Arquivo Publicado em 25/01/2013, às 12h08

None

Prefeito afirma que vai cumprir reintegração, mas com justiça

Durante o lançamento oficial da campanha “Morena sem Dengue”, na manhã desta sexta-feira (25), o prefeito Alcides Bernal (PP) informou que vai cumprir a determinação judicial e fazer a reintegração de posse dos terrenos invadidos. Ele disse que as pessoas vão ser retiradas do local, mas declarou que vai tomar cuidado para não cometer injustiças.

A ordem judicial, emitida pelo juiz titular da 2ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos, Ricardo Galbiati, na última terça-feira (22) determina a imediata reintegração de posse da área do bairro Lageado e autoriza, caso necessário, o arrombamento, desfazimento de construções e requisição de escolta policial.

Contudo, apesar da autorização da Justiça, Bernal frisou que sabe que muitas pessoas que estão ali realmente precisam e ele não quer ser injusto.

O prefeito ainda lembrou que a prefeitura tem diversos projetos habitacionais em andamento e as invasões não são necessárias. Bernal falou que há uma lei que impede que invasores participem de programas habitacionais por um período de dois anos. Ele recomendou para que as ‘pessoas não entrem em conversa de malandro’ com fins politiqueiros. “Isso são pessoas que querem prejudicar nossa administração”, disse.

O prefeito frisou também que os terrenos públicos são para a construção de creches, escolas, construções para o bem público.

A área do bairro Lageado de propriedade do município tem quase 87 mil metros quadrados matriculado sob o nº 96.530 na 2ª Circunscrição de Registros de Imóveis da Comarca de Campo Grande.

Jornal Midiamax