Política

Negociações de Bernal para ampliar a base não garantem maioria na Câmara

As conversas do prefeito Alcides Bernal para tentar ampliar a base de apoio na Câmara Municipal envolvem oito vereadores, garantiu há pouco o líder do prefeito, vereador Alex do PT. Com a adesão desses parlamentares, a base chegaria a 14 vereadores, um a menos do que o necessário pelo chefe do Executivo para aprovar leis. […]

Arquivo Publicado em 07/12/2013, às 14h13

None
1108141374.jpg

As conversas do prefeito Alcides Bernal para tentar ampliar a base de apoio na Câmara Municipal envolvem oito vereadores, garantiu há pouco o líder do prefeito, vereador Alex do PT. Com a adesão desses parlamentares, a base chegaria a 14 vereadores, um a menos do que o necessário pelo chefe do Executivo para aprovar leis.


Segundo Alex, o prefeito quer trazer para a base de sustentação os vereadores Paulo Pedra (PDT), Paulo Siufi (PMDB), Jamal (PR), Carlão (PSB), Edson Shimabukuro (PTB), Professora Rose (PSDB), João Rocha (PSDB) e atrair de volta Chocolate (PP). “A conversa é em cima desses nomes e a vinda deles pode ser por etapas”, disse.


Alex garante que as negociações com os partidos para atrair esses parlamentares estão muito avançadas. “Está tudo alinhavado, falta bater o martelo”, afirmou.


O líder do prefeito também não esconde que as conversas giram em torno de cargos na prefeitura. “É a mesma metodologia usada pelos outros governos”, declarou.


Ele afirmou ainda que as negociações só não foram concluídas por causa de alguns detalhes, como as viagens do vereador João Rocha e do pedetista Dirceu Peters, que deverá assumir um cargo na administração.

Jornal Midiamax